quinta-feira, 4 de abril de 2013

Autoridade Espiritual de Débora!


Queridas Mulheres Virtuosas quero compartilhar com vocês uma mensagem que ministrei no Culto de Mulheres no qual falávamos sobre algumas mulheres influentes que são exemplos deixados a nós através da Palavra de Deus. Que sirva para sua edificação!

A AUTORIDADE ESPIRITUAL DE DÉBORA

O QUE É AUTORIDADE? 

É um poder delegado a outra pessoa
Lucas 10:19 – “Eu lhes dei autoridade para pisarem sobre cobras e escorpiões, e sobre todo o poder do inimigo; nada lhes fará dano.”
A autoridade suprema é Deus, Ele é quem delega autoridade sobre nós, o próprio Deus é o poder por trás desta autoridade, através do Espírito Santo.

QUAIS SÃO OS PRIMEIROS REQUISITOS PARA EXERCERMOS A AUTORIDADE DELEGADA A NÓS:

Jo 1:12: Mas, a todos quantos o receberam, aos que crêem no seu nome, deu-lhes o poder de se tornarem filhos de Deus; 

Obs.: esta palavra “PODER” em grego é “EXOUSIA” significa autoridade.

Condições conforme o texto:
Ter recebido ao Senhor – não é qualquer um que exerce esta autoridade espiritual.
Crer no Nome Poderoso do Senhor, é através dele que exercemos esta autoridade, não em nós mesmos, mas em Cristo Jesus.

A FÉ está envolvida diretamente no exercício desta autoridade.
A PALAVRA tem poder quando expressa a vontade de Deus, com justiça, retidão e unção do Espirito Santo.

Vamos observar quais foram os requisitos na vida de Débora que a fez se destacar em seu ministério e que REQUISITOS PRECISAMOS TER PARA RECEBER A AUTORIDADE ESPIRITUAL:

Quem foi Débora? Primeira e única mulher a ser juíza sobre Israel. Nenhuma outra mulher ocupou cargo tão notável entre o Povo de Deus. 
Os juízes também eram chamados de libertadores. Eles não tinham o poder de fazer novas leis, julgavam conforme a Lei de Moisés.
 Foram levantados após a morte de Josué, num período de anarquia em Israel, onde o povo já não mais obedecia a Deus, este período foi em média de 460 anos. 
Quando se dirigiam aos juízes, era como se fossem a boca de Deus.

Mas como a bíblia nos apresenta Débora? É nesta apresentação que veremos os requisitos nela encontrados:

Juízes 4:4 – “Débora, profetisa, mulher de Lapidote, julgava a Israel naquele tempo.”


1º) TER RELACIONAMENTO COM DEUS: “profetisa”

O contexto em que Débora vivia era completamente contrário a este. 
O povo vivia em um ciclo de desonra a Deus:
Caiam na idolatria – Deus vinha com juízo – clamaram em arrependimento – Deus livrava – o povo tornava a cair.

A confiança no “Senhor dos Exércitos” foi trocada pelo medo e a opressão do Rei de Canaã, Jabim, que oprimia o povo há 20 anos. Olhavam mais para as 900 carruagens do Rei do que para o poderoso Deus, criador!
Débora foi levantada neste contexto.

Que contexto você está inserida? No trabalho, na família, na sociedade... IDOLATRIA, VÍCIOS, PROMISCUIDADE, DEPRESSÃO, MEDO.
O Senhor quer te levantar no meio desta geração, deste contexto para ter um relacionamento com Ele.

No V.4 diz que Débora era profetisa. Ela ouvia a voz de Deus, ela O Conhecia, conhecia o Seu coração, tinha intimidade com o Senhor, se deixava ser BOCA DE DEUS.

Para exercermos esta autoridade espiritual em nossas vidas, primeiramente, sobre nossos filhos. Sobre nossa casa, em nosso ministério... Para sermos boca de Deus e profetizar sobre nos vidas precisamos ter um relacionamento íntimo com Ele.


2º) SER SUBMISSA: “mulher de Lapidote”

Situações a observar:

Tinha uma família envolvida (ela não foi chamada para exercer um ministério de autoridade porque não tinha o que fazer) era uma dona de casa (cheia de afazeres assim como nós) mãe de filhos.

Quantas vezes colocamos impedimentos para avançar em nossos ministérios, para exercer autoridade, em nosso relacionamento com Deus até mesmo, em função dos nossos afazeres?

Tinha um esposo. Lapidote quer dizer “tochas”. Podemos entender que, em função de seu nome e principalmente por princípios divinos, Débora antes de ser juíza, ela era esposa e SUBMISSA.
Deus usa mulheres submissas, que sabem se submeter a autoridades e a Deus.

A maior autoridade sobre nossas vidas é Deus, depois o seu marido. O casamento é a representação do relacionamento de Deus com sua igreja.

Deus é o cabeça, mas ele deu autoridade para a igreja.
Efésios 1:18-23 = “Oro também para que os olhos do coração de vocês sejam iluminados, a fim de que vocês conheçam a esperança para a qual ele os chamou, as riquezas da gloriosa herança dele nos santos e a incomparável grandeza do seu poder para conosco, os que cremos, conforme a atuação da sua poderosa força. Esse poder ele exerceu em Cristo, ressuscitando-o dos mortos e fazendo-o assentar-se à sua direita, nas regiões celestiais, muito acima de todo governo e autoridade, poder e domínio, e de todo nome que se possa mencionar, não apenas nesta era, mas também na que há de vir. Deus colocou todas as coisas debaixo de seus pés e o designou como cabeça de todas as coisas para a igreja,que é o seu corpo, a plenitude daquele que enche todas as coisas, em toda e qualquer circunstância.”

Mateus 16:18,19 = “E eu lhe digo que você é Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não poderão vencê-la. Eu lhe darei as chaves do Reino dos céus; o que você ligar na terra terá sido ligado nos céus, e o que você desligar na terra terá sido desligado nos céus". 

Assim foi com Lapidote e Débora, Ele reconheceu que Deus havia dado autoridade espiritual a ela sobre o povo, sobre os inimigos. Mas não significa que para isso ela precisou se tornar uma mulher mandona, que tomava conta das decisões da casa, insubmissa.

Assim também em nossas vidas, mesmo que entendamos que temos recebido autoridade dada por Deus, precisamos reconhecer que acima de nós também há autoridades colocadas por Deus, sendo submissas a elas.
Nossa autoridade deve ser exercida contra os inimigos, isso é diferente de autoritarismo, que é uma imposição da autoridade.


3º) SER CORAJOSA E OUSADA: “julgava Israel naquele tempo”

“NAQUELE TEMPO” - Nós já vimos um pouco do contexto histórico em que Débora estava inserida, incredulidade e a idolatria se sobressaíam, e ela não hesitou quando chamada para exercer autoridade sobre o povo.

O juiz exercia a liderança espiritual e civil. No caso de Débora exerceu sobre o exército também.

Quantas vezes deixamos de exercer nossa autoridade espiritual em nossas casas, ou até mesmo em nossas vidas porque ficamos amedrontadas com as circunstâncias?

“JULGAVA ISRAEL” – O povo vinha a ela para receber uma palavra de justiça e retidão e ela com ousadia do Espirito Santo não hesitava, tanto que Deus manda ela dizer a BARAQUE, líder do exército, que Deus tinha dado o exército de Jabim nas mãos dele e o mandou ir para guerra.
Baraque com medo disse que só iria se ela fosse com eles.

Em muitos momentos entramos em guerras, travamos batalhas por amigos, familiares, irmãos, e precisamos ser ousadas, corajosas e exercer autoridade espiritual que nos foi delegada pelo próprio Deus, e colocar de fato o inimigo para correr. “resisti o diabo e ele fugirá de vós” (Tiago 4:7b)

Débora foi à guerra e o Senhor cumpriu a sua promessa de vitória. Mas ela precisou confiar e obedecer a voz de Deus. Ser corajosa com o que o Senhor estava entregando nas mãos dela.

Assim é com nossas vidas, precisamos ter coragem para lutar as lutas que são travadas contra nós, nossos casamentos, nossos relacionamentos. Ter os olhos e ouvidos espirituais abertos. Sempre lembrando que o Senhor nos deu autoridade contra o inimigo.

Precisamos também ser vigilantes não dando lugar ao inimigo, não dando espaço para ele agir, fazer arruaça dentro de nosso lar e muitas vezes em nossas vidas (sentimentos, mentes). Efésios 4:27

I Pedro 5:8 = “Sejam sóbrios e vigiem. O diabo, o inimigo de vocês, anda ao redor como leão, rugindo e procurando a quem possa devorar. Resistam-lhe, permanecendo firmes na fé, sabendo que os irmãos que vocês têm em todo o mundo estão passando pelos mesmos sofrimentos.”

A fé inabalável faz com que o inimigo bata em retirada.

Efésios 6:10-12 = “Finalmente, fortaleçam-se no Senhor e no seu forte poder.
Vistam toda a armadura de Deus, para poderem ficar firmes contra as ciladas do diabo, pois a nossa luta não é contra pessoas, mas contra os poderes e autoridades, contra os dominadores deste mundo de trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais.”

Conclusão:

A Guerra em nossas vidas, assim como a de Débora, tinha uma promessa de vitória. Precisamos fazer a nossa parte e exercer autoridade espiritual que a nós foi delegada pelo próprio Deus. Buscando sempre um relacionamento íntimo com o Senhor, ser submissa as autoridades acima de nós e sendo corajosas e ousadas.

Fiquem na Paz do Senhor!

quinta-feira, 28 de março de 2013

Jesus, a nossa verdadeira Páscoa



“ E será como sinal na tua mão e por memorial entre teus olhos, para que a lei do Senhor esteja na tua boca, pois com mão forte o Senhor te tirou do Egito. (Exodo 13:9) ”

Estamos na época da Páscoa e, todos os anos, é a mesma coisa: os supermercados, lojas, shoppings, televisão, revistas, tudo se enfeita de ovos de chocolate e coelhos, como se isso fosse celebrar verdadeiramente Páscoa.
Talvez você se empolgue com os enormes e coloridos ovos de chocolate (“Que delícia!” – com certeza você pensou) e ache engraçadinhos, bonitinhos os coelhos que se espalham por todo lugar, e se pergunte: Que mal há nisso? Por que não posso comer esse delicioso ovo de chocolate? E aí eu lhe pergunto: Você seria capaz de comer algo estragado, que viesse a lhe fazer mal? Ou ainda: Você gosta de mentiras? Gosta que lhe enganem?
Pois essa páscoa de coelhos e ovos nada tem a ver com a Bíblia. Primeiro que coelho não bota ovo, além do fato de ser impossível algum animal botar ovo de chocolate e, em segundo lugar, a Bíblia não fala de nenhum coelho quando a Páscoa foi instituída, ela fala do cordeiro cujo sangue deveria ser passado nas portas das casas, para que o anjo da morte não entrasse nelas (Ex 12).
Para os cristãos (o que eu e você somos), a Páscoa tem um significado muito profundo. Ela nos fala da redenção, da salvação do povo judeu da escravidão no Egito. Não porque ele era merecedor desse presente, pois era um povo murmurador e, de vez em quando, saía dos caminhos do Senhor para andar na idolatria, adorando a outros deuses, mas porque Deus é fiel à Sua aliança com o homem. E o Senhor disse que esta festa deveria ser lembrada todos os anos, para que todos celebrassem o que o Senhor havia feito (Exodo 12).
Assim também, eu e você recebemos a graça salvadora pelo sangue de Jesus Cristo, derramado na cruz do calvário, mesmo sem nós merecermos.
“Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós.” (I Co 5:7b)
Páscoa fala de vida. Não uma vida qualquer, mas uma vida abundante, cheia da graça de Deus, fala de libertação do pecado, fala da fidelidade de Deus para conosco e fala da necessidade de sermos fiéis para com Ele, separando-nos do mundo e nos dedicando exclusivamente ao Senhor. Fala de um novo tempo para vivermos a vida de Deus em nós.
Dedicar-se a Deus é a experiência mais radical, tremenda e maravilhosa que nós podemos experimentar.

Páscoa, Linguagem de amor do Pai

A Páscoa é o ato salvífico de Cristo morrendo na cruz para nos resgatar, proclamar nossa vitória e profetizar nossa entrada no céu. Ao celebrarmos a Páscoa, celebramos a garantia da vida eterna. Jesus morreu e ressuscitou e por causa dessa verdade somos milhares e milhares que trazem o aumento do Reino. Sua morte trouxe-nos vida e nossas vidas são o resultado dessa profecia, dessa chamada que nos fez cidadãos do céu.
A Páscoa está centrada na pessoa de Jesus Cristo. A Páscoa fala de mensagens exclusivas:
1. Livramento de morte
A Páscoa é a bênção de Deus para nos livrar da morte. Ainda que morramos fisicamente, quem nasceu de novo em Cristo tem a vida eterna, não morre mais. Jesus morreu, mas ressuscitou e está vivo, e nós também temos a mesma vida quando partimos deste mundo efêmero. Nós cremos no céu como uma realidade e cremos que Jesus voltará para levar Sua Igreja. Temos a vida eterna porque fomos libertos da morte!
2. Libertação
A Páscoa se manifestou para nos livrar da escravidão do pecado. Assim como os filhos de Israel estavam presos no Egito e o Senhor os livrou, assim Deus enviou Seu Cordeiro Pascal, Jesus, para nos livrar do pecado. “Este é o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.” (João 1:29) “Se o filho do homem vos libertou, verdadeiramente sereis livres.” (João 8:36). Nós somos livres!
3. Chance para arrancar as pragas da vida
No dia da Páscoa realizada no Egito, o povo hebreu testificou juntamente com todos os egípcios que o Deus de Israel é o Senhor Todo Poderoso. O povo do Egito foi ferido com pragas por causa da desobediência, mas o povo de Deus não foi atingido.
A Páscoa é uma chance de Deus para arrancar as pragas do povo. O que é praga? É maldição. Muitas vezes essas maldições acompanham nossa família. O Senhor diz em Deuteronômio que essas maldições seriam visitadas até a terceira e quarta geração. Mas, o Cordeiro Pascal encerra todas as maldições. Ele se tornou maldição em nosso lugar para que fôssemos libertos.
4. Chance para herdarmos a terra
Assim como o povo de Deus saiu do Egito, depois da Páscoa, para herdar a terra que o Senhor prometeu, nós temos em Cristo a nossa herança. Romanos 8 nos diz que somos herdeiros de Deus e co-herdeiros em Cristo Jesus. É herança da glória. Todas as vezes que o diabo quer afligir nossa alma, afligir nossa vida e atingir nosso espírito Deus, por misericórdia e graça, dá-nos a chance de conquistarmos mais um território, pois o povo de Deus é a geração eleita para vencer sempre.
5. Chance para rendição completa
Desde Gênesis, no capítulo 3, quando o homem foi coberto com pele de carneiro por causa do pecado, Deus já estava apontando para o Calvário. Ele fez a promessa de que um dia veríamos esse Cordeiro manifestado como gente, que morreria, ressurgiria, iria para glória, mas voltaria para buscar Sua Igreja. Os profetas apontaram para o Calvário, lugar em que o Cordeiro seria imolado à tardinha, mas também no terceiro dia ressuscitaria com poder e grande glória. É um cenário que se forma, no qual homem com homem se confrontam de forma horizontal, redimidos, lavados e remidos pelo sangue do Cordeiro, então começam a olhar de forma vertical para seu Criador.
Há uma mistura entre esse Deus que veio à Terra em forma de homem e Seu Corpo na Terra, a Igreja. O céu tem uma representação legal do homem: Jesus Cristo, o nosso intercessor que está à direita de Deus (Hb 4) e a Terra também tem seu representante legal do céu: a Igreja, os filhos de Deus lavados e redimidos pelo sangue do Cordeiro.
Podemos observar, então, que quando Deus quer mudar o curso das coisas na Terra, Ele convoca a Sua representação legal, a Igreja, a geração eleita. Somos canais de Deus para que Ele possa nos usar como quer e trazer Sua glória sobre as nações, anunciando que o Cordeiro Pascal está vivo.
Essa visão de mistura entre o divino e o humano é a vida plena de Jesus trabalhando em sinais na vida dos homens. Cada um sinalizando a vida de Deus na Terra. Você é o ponto de contato de Deus na Terra. Isso só é possível, porque existe a Páscoa, porque o Cordeiro Pascal veio à Terra, entregou-Se no Calvário, assumiu o nosso lugar de pecado, morreu, ressuscitou e nos deu sua própria vida.
Quem compreende a visão do Cordeiro Pascal e se confronta com Ele não pode continuar o mesmo. Ele é o nosso modelo e Se entregou totalmente. Quando olhamos para Ele, rendemo-nos de igual modo. Ele é a nossa esperança e a nossa vida.
Deuteronômio 30 diz que devemos andar nos estatutos do Senhor, porque Ele é a nossa vida. João 1 diz que Ele é a vida, e, quando ressuscita Lázaro, diz: “Eu sou a ressurreição e a vida, aquele que crê em mim ainda que esteja morto, viverá.” O nosso Jesus é vivo e garante vida para Seus filhos. Por tudo isso, nós nos rendemos com alegria. Não é uma rendição com saudosismo, é uma rendição com boa expectativa. “Eu sei em quem tenho crido e estou certo que é poderoso para guardar o meu tesouro até o dia final”. (II Tm 1:12).
6. Garantia de Pureza
No Egito, o povo hebreu marcou as portas da casa com sangue. Aqueles que estão ligados com o Cordeiro Pascal em casa têm a legalidade para fluir o Reino de Deus, para ver a glória de Deus na sua própria casa.
O Senhor disse que, quando o anjo da morte passasse e visse a marca do sangue, passaria por cima e não mataria o primogênito. Hoje a casa do crente em Cristo tem não só a porta ungida, mas toda ela recebe a cobertura do Cordeiro de Deus.
A Bíblia diz que nós fomos purificados pelo sangue. O sangue de Jesus não é brincadeira para nos lavar num dia e deixar-nos sujos no outro. “O sangue de Jesus nos purifica de todo o pecado.” (I João 1:7). É a garantia de pureza que temos. Há poder no sangue de Jesus! Quem tem Jesus como Rei em sua casa, tem toda sua casa debaixo desta garantia.
7. Cumprimento Profético
Jesus morreu e ressuscitou, mas tudo já tinha sido anunciado por meio de profecias. Deus mesmo denunciou-se, comprometeu-se. Quando prometemos alguma coisa, devemos cumprir, porque selamos um compromisso. Quando não prometemos, não podemos ser cobrados, mas se prometemos ficamos aliançados.
Deus disse: Eu darei alguém que pisará a cabeça da serpente (Gn 3:15). Por isso todos os homens ficaram esperando e confiando que esse homem chegaria. “Deus não é homem para que minta, nem filho do homem para que se arrependa.” (Nm 23:19).
Os profetas diziam: Ele chegará! E hoje a Igreja se levanta para dizer: Ele voltará! A Páscoa aponta para Aquele que morreu, ressuscitou e voltará. O nosso Jesus não está mais morto, apesar de Roma ainda proclamar o Cristo pendurado no madeiro, um “Senhor” morto. A Páscoa nos garante o cumprimento da volta do Senhor. Ele voltará por causa de nós, porque nos ama, porque nos quer perto dEle mesmo (Jo 14:3).
8. Singularidade
As coisas do Reino de Deus são simples. Não precisamos inventar passos para sermos batizados no Espírito Santo ou para aceitar Jesus. A Bíblia diz que precisamos de apenas: com a boca confessarmos Jesus como Senhor e com o coração crermos que Deus O ressuscitou dentre os mortos (Rm 10:9-10).
A Páscoa deve ser celebrada em sua mais depurada singularidade. Como? Colocando fora o misticismo. Não existe misticismo na Páscoa Bíblica, mas na romana, sim. É cheia de idolatria e de mentiras. O nosso maior problema é a falta de reflexão e conhecimento bíblico.
Os filhos de Deus precisam meditar e refletir na Palavra para não serem levados por qualquer vento de doutrina. Ficamos muitas vezes presos a culturas, a rituais que não conhecemos a origem. Nenhuma festa mística que tem duplo sentido, que está envolvida com impurezas, tem comunhão com Deus. É por isso que Deus nos adverte: não comungue com isso (I Co 10:14-22).
A verdadeira Páscoa aponta para a redenção, para a salvação, para o resgate e para a vida que devemos viver no Pai. É uma linguagem no reino espiritual de como fomos arrancados das trevas e de como Jesus nos trouxe para o Seu Reino de luz. Páscoa é libertação que demonstra a linguagem de amor do Pai entregando Jesus Cristo para morrer na cruz do Calvário para salvar a você e a mim.
E aí? Quer experimentar desta Páscoa que te leva ao sobrenatural ou prefere coelhinhos e ovos de chocolate?
A decisão é sua. Venha conosco mergulhar na verdadeira Páscoa, JESUS, o Cordeiro Santo que morreu por mim e por você!
Fonte: Site Jovem Radical
Se você minha amiga quer ler mais sobre o verdadeiro significado da páscoa, leia este artigo publicado pela CIBI http://cibi.org.br/umbi/artigos/759-ele-e-a-nossa-pascoa.html

quarta-feira, 27 de março de 2013

Mas vem a hora e já chegou!

Hoje quero trazer uma mensagem vinda do Senhor ao meu coração para todas as Mulheres que buscam ser virtuosas em nossos dias... mesmo em dias tão difíceis, querem ser mulheres segundo o coração de Deus!



Vamos falar sobre a verdadeira adoração e o exemplo de uma mulher que conseguiu tocar o coração do nosso Jesus com a sua adoração!

MAS VEM A HORA, E JÁ CHEGOU!
"Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem."  João 4:23

- Em nosso viver diário com Deus aprendemos que em muitos momentos precisamos esperar o tempo de Deus para realizarmos desejos, sonhos, planos, decisões... em eclesiastes 3:1 diz “Tudo tem seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.”

Mas pedindo ao Senhor uma palavra veio esta frase em meu coração:
- “MAS VEM A HORA, E JÁ CHEGOU!”
Eu comecei a perguntar Ao Senhor o que Ele queria falar comigo! E entendi que há algo que precisamos fazer AGORA, o TEMPO É ESTE. Eu encontro a resposta em JOÃO 4:23 texto acima.

ADORAR A DEUS, NOS TORNARMOS VERDADEIROS ADORADORES, O ADORAR EM ESPIRITO E EM VERDADE, RECONHECERMOS O SEU CHAMADO. A HORA JÁ CHEGOU!!!

No contexto deste texto conhecidíssimo e muito pregado, os judeus e os samaritanos estavam esperando o Messias prometido e havia um questionamento onde era o lugar que deveriam adorar!

O Senhor Jesus vem com uma resposta ao coração daquela mulher e com um ensinamento para nós hoje, dizendo que A ADORAÇÃO VAI ALÉM DO EXTERIOR, DO LOCAL, DA MANEIRA.
ADORAÇÃO É UM VIVER, É UM ESTILO DE VIDA. MUITOS JOVENS TEM SEU ESTILO...

Mas você pode estar me perguntando O QUE É ADORAÇÃO?
Uma definição básica, para iniciarmos nosso raciocínio é que, adoração é:
- Reconhecê-lo como Deus, Criador e Salvador, Mestre de Tudo que existe;
- Atribuir a Ele dignidade;
- Testemunhar que o Senhor é a Sua alegria, não apenas cantar, mas declarar que Ele é o motivo de sua canção, de seu viver! É o propósito de sua vida!
- Adoração é o combustível da vida do Cristão.

"E olhei, e ouvi a voz de muitos anjos ao redor do trono, e dos animais, e dos anciãos; e era o número deles milhões de milhões, e milhares de milhares,
Que com grande voz diziam: Digno é o Cordeiro, que foi morto, de receber o poder, e riquezas, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e ações de graças.
E ouvi toda a criatura que está no céu, e na terra, e debaixo da terra, e que está no mar, e a todas as coisas que neles há, dizer: Ao que está assentado sobre o trono, e ao Cordeiro, sejam dadas ações de graças, e honra, e glória, e poder para todo o sempre." (Apocalipse 5:11-13)

O importante na adoração não é COMO, é “QUEM, AQUELE É O ALVO DESTA ADORAÇÃO”
AS VEZES PENSAMOS QUE ADORAR É SIMPLESMENTE CANTAR BEM, OU SER ELOQUENTE , OU TOCAR BEM... VAI MUITO ALÉM DISSO... 
ENTENDEMOS ENTÃO QUE ADORAÇÃO NÃO É APENAS UM ATO, VAI MUITO ALÉM...

Há 3 momentos na adoração que encontramos neste texto de João, e podemos entender que:

*** A HORA CHEGOU DE NOS ENTREGARMOS.

Um primeiro ato de adoração é a entrega! Entregarmos o nosso ORGULHO, reconhecer QUEM SOMOS diante da grandeza de nosso Deus.
O Senhor também quer que entreguemos o nosso talento aos pés Dele, foi Ele quem nos deu, Ele é que sustenta e o mantém...
Exemplo para embasarmos nossa mensagem está na história de outra mulher que se encontra em LUCAS 7:36-50
"E rogou-lhe um dos fariseus que comesse com ele; e, entrando em casa do fariseu, assentou-se à mesa.
E eis que uma mulher da cidade, uma pecadora, sabendo que ele estava à mesa em casa do fariseu, levou um vaso de alabastro com ungüento;
E, estando por detrás, aos seus pés, chorando, começou a regar-lhe os pés com lágrimas, e enxugava-lhos com os cabelos da sua cabeça; e beijava-lhe os pés, e ungia-lhos com o ungüento.
Quando isto viu o fariseu que o tinha convidado, falava consigo, dizendo: Se este fora profeta, bem saberia quem e qual é a mulher que lhe tocou, pois é uma pecadora.
E respondendo, Jesus disse-lhe: Simão, uma coisa tenho a dizer-te. E ele disse: Dize-a, Mestre.
Um certo credor tinha dois devedores: um devia-lhe quinhentos dinheiros, e outro cinqüenta.
E, não tendo eles com que pagar, perdoou-lhes a ambos. Dize, pois, qual deles o amará mais?
E Simão, respondendo, disse: Tenho para mim que é aquele a quem mais perdoou. E ele lhe disse: Julgaste bem. E, voltando-se para a mulher, disse a Simão: Vês tu esta mulher? Entrei em tua casa, e não me deste água para os pés; mas esta regou-me os pés com lágrimas, e mos enxugou com os seus cabelos.
Não me deste ósculo, mas esta, desde que entrou, não tem cessado de me beijar os pés.
Não me ungiste a cabeça com óleo, mas esta ungiu-me os pés com ungüento.
Por isso te digo que os seus muitos pecados lhe são perdoados, porque muito amou; mas aquele a quem pouco é perdoado pouco ama. E disse-lhe a ela: Os teus pecados te são perdoados.
E os que estavam à mesa começaram a dizer entre si: Quem é este, que até perdoa pecados?
E disse à mulher: A tua fé te salvou; vai-te em paz."

Aquela mulher não se importou com o que IRIAM FALAR, com as CONSEQUÊNCIAS daquele ato, ela só precisava EXPRESSAR o seu IMENSO AMOR.
O CORAÇÃO DE ADORADOR SENTE A NECESSIDADE DE EXPRESSAR O SEU IMENSO AMOR.
Quantas vezes em nossos cultos ou até mesmo em nosso momento com Deus, ficamos pensando... “mas se eu me ajoelhar aqui, ou se eu levantar as minhas mãos, ou até mesmo se eu começar a chorar, clamar, pular... o que vão pensar de mim...” e guardamos nossa expressão de amor.

Aquela mulher entrou em uma casa sem ser convidada, o convite para ela não fazia diferença; Nós não precisamos de convites para adorar o Mestre.
A aceitação das pessoas não era a sua prioridade; Nós precisamos olhar para o Mestre.

BEIJAR OS PÉS era sinal de profunda reverência, ela SOLTA SEUS CABELOS que para um a judia era até mesmo vergonhoso, mas ela precisava secar os pés de Jesus. O SEU ORGULHO FOI DEIXADO AOS PÉS DE JESUS.
E mais, ela pegou o que de mais precioso ela tinha, que era um vaso de unguento, um perfume caríssimo que representava as economias de um ano inteirinho e derramou aos pés de Jesus.(podemos comparar com a nossa poupança hoje que só usamos quando temo profunda necessidade.)
ELA RECONHECEU QUE O QUE ELA TINHA ERA DO SENHOR. SERÁ QUE HOJE NOSSA ENTREGA É COMPLETA, O RECONHECIMENTO DE QUE TUDO O QUE TEMOS É DO SENHOR? O que importa é a quem atribuímos o que temos.
* O ATO DE ENTREGA NOS TRAZ LIBERTAÇÃO!
A mulher se tornou livre, pois ela se ENTREGOU por completo ao Senhor, sem conveniências, sem se importar com quem estava em seu redor. ADORAÇÃO TRAZ LIBERDADE!!!!
Podemos lembrar aqui também do apóstolo Paulo e Silas quando estavam presos e começaram a expressar a Deus o seu imenso amor através do louvor. Eles ENTREGARAM ali toda a ANSIEDADE, PREOCUPAÇÃO. E a palavra diz que por volta da 00:00 eles cantavam com muita empolgação que os presos ouviam, e quanto mais cantavam, mais PERTO DO SENHOR ficavam.. talvez cantassem “ALELUIA, ALELUIA...”
Nada, nem ninguém pode conter sua adoração quando nela há ENTREGA!
A Palavra diz que enquanto cantavam houve ali um terremoto e aquelas cadeias que os prendiam se romperam e ficaram LIVRES!!
Assim será também em nossas vidas, cadeias que prendem a sua alma, sua família, suas finanças, são soltas quando há ENTREGA!

*** A HORA CHEGOU DE SERMOS VERDADEIROS.

A palavra nos garante que O PRÓPRIO DEUS PROCURA VERDADEIROS ADORADORES. E se a bíblia fala de verdadeiros, é porque existem falsos.

Mas então como é o modo correto de adorar?
- EM ESPÍRITO – (como nos mostra o texto de João 4) – isso é o oposto da maneira meramente externa.
Voltando ao nosso exemplo de Lucas - Vamos falar um pouquinho sobre o dono da casa, afinal foi ele que convidou Jesus para jantar com ele.
- Simão era fariseu (significa separado ou santo), homem religioso (seguia as leis de Moisés) e possivelmente muito rico.
Ele queria se aproximar do Profeta, para ele era um status ter Jesus em sua casa, o convidou para o JANTAR momento de muita INTIMIDADE para os judeus. 
Mas ele não conseguiu TOCAR O CORAÇÃO de Jesus, porque suas intenções não eram VERDADEIRAS, ele no seu íntimo NÃO O RECONHECIA como Filho de Deus. 
Na primeira oportunidade o seu coração se desviou e pensou “Se ele fosse mesmo profeta...” externamente ele até queria se relacionar com Ele, mas em seu coração não havia verdade.
Isaías 29:13 “ O Senhor disse: visto que o meu povo se aproxima de mim e com sua boca e com seus lábios me honra, mas o seu coração está longe de mim, e o seu temor para comigo consiste só em mandamentos de homens, que maquinalmente."
O Senhor busca que o adoremos em espirito e em verdade, nos arrependamos hoje e voltemos à essência de uma adoração genuína!!
O Senhor sondou o coração da mulher pecadora e viu sinceridade, sondou o coração de Simão e viu incredulidade.
A VERDADEIRA ADORAÇÃO TRAZ INTIMIDADE
O ato de Deus procurar adoração se justifica no sentido de que os adoradores cresçam a imagem e semelhança de seu filho Jesus.

*** A HORA CHEGOU DE OUVIRMOS O CHAMADO, ATENDER A SUA VOZ.

No texto base de Jo.4 no V.26  o Senhor diz “Eu Sou, eu que falo contigo.” O Senhor se revelou aquela mulher.
No texto de Lc. No V.50 O Senhor fala com ela dando uma nova direção a mulher que se entregou em adoração.
Quando adoramos ao Senhor, Ele se revela a nós, ouvimos a Sua voz e entendemos o seu chamado.
E o que Ele tem para nossas vidas?
E talvez você continue se perguntando, “mas qual o propósito de minha vida?”

Um dos propósitos de sua vida é ser ADORADOR!!
Adorar ao Senhor lhe fará ouvir a Sua vontade para a tua vida...
As vezes estamos passando por um momento em nossas vidas que parece que O CÉU SE FECHOU, parece que há um céu de bronze em cima de nossas cabeças.
Comece a quebrá-lo aplicando estes passos
- Reconheça que Ele é Deus soberano, digno, poderoso, único... e experimente este céu se rompendo!!!

Já chegou a hora...
A hora é esta... de começar a renunciar o seu EU... entrega!
A hora é esta... de ser verdadeiro... deixe a verdade ser estabelecida... o seu coração é o que importa!
A hora é esta... de ouvir Deus falando contigo... receber e atender ao chamado de Deus!

No caso desta mulher ele tinha um chamado de SALVAÇÃO.
Ela creu que o Senhor Jesus era o filho de Deus e assim foi salva e a paz reinou nela. 
Isso quer dizer que todos os seus problemas foram resolvidos? NÃO talvez ela ainda teve que enfrentar olhares  maldosos, palavras duras, rejeição.
Mas agora ela sabia o seu propósito e o seu chamado... a paz estava em seu coração...
Ouvir e atender o chamado de Deus nos traz ESPERANÇA!
O Deus o qual servimos é poderoso, Ele fez uma promessa que é a sua vinda, para aqueles que o aceitarem e permanecerem até o fim, uma coroa lhe está sendo preparada!!! Esse é o nosso Deus, o único digno de receber a honra e glória! Comece a exercer seu chamado hoje mesmo!!!

"E, depois destas coisas ouvi no céu como que uma grande voz de uma grande multidão, que dizia: Aleluia! Salvação, e glória, e honra, e poder pertencem ao Senhor nosso Deus;
Porque verdadeiros e justos são os seus juízos, pois julgou a grande prostituta, que havia corrompido a terra com a sua prostituição, e das mãos dela vingou o sangue dos seus servos.
E outra vez disseram: Aleluia! E a fumaça dela sobe para todo o sempre.
E os vinte e quatro anciãos, e os quatro animais, prostraram-se e adoraram a Deus, que estava assentado no trono, dizendo: Amém. Aleluia!
E saiu uma voz do trono, que dizia: Louvai o nosso Deus, vós, todos os seus servos, e vós que o temeis, assim pequenos como grandes.
E ouvi como que a voz de uma grande multidão, e como que a voz de muitas águas, e como que a voz de grandes trovões, que dizia: Aleluia! pois já o Senhor Deus Todo-Poderoso reina.
Regozijemo-nos, e alegremo-nos, e demos-lhe glória; porque vindas são as bodas do Cordeiro, e já a sua esposa se aprontou.
E foi-lhe dado que se vestisse de linho fino, puro e resplandecente; porque o linho fino são as justiças dos santos.
E disse-me: Escreve: Bem-aventurados aqueles que são chamados à ceia das bodas do Cordeiro. E disse-me: Estas são as verdadeiras palavras de Deus.
E eu lancei-me a seus pés para o adorar; mas ele disse-me: Olha não faças tal; sou teu conservo, e de teus irmãos, que têm o testemunho de Jesus. Adora a Deus; porque o testemunho de Jesus é o espírito de profecia.
E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele chama-se Fiel e Verdadeiro; e julga e peleja com justiça.
E os seus olhos eram como chama de fogo; e sobre a sua cabeça havia muitos diademas; e tinha um nome escrito, que ninguém sabia senão ele mesmo.
E estava vestido de uma veste salpicada de sangue; e o nome pelo qual se chama é a Palavra de Deus.
E seguiam-no os exércitos no céu em cavalos brancos, e vestidos de linho fino, branco e puro.
E da sua boca saía uma aguda espada, para ferir com ela as nações; e ele as regerá com vara de ferro; e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-Poderoso.
E no manto e na sua coxa tem escrito este nome: Rei dos reis, e Senhor dos senhores."

Apocalipse 19:1-16


sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Cura pela palavra para a Confusão!



“Haja Luz” - Gn 1:1-4
Este texto é a certidão de nascimento do nosso Planeta. Revela a personalidade de nosso Criador: amoroso, poderoso, cuidadoso, que gosta do belo e do claro.
Quando Ele diz: - Haja Luz – a luz se faz – um Deus que pode transformar a nossa vida.

A Confusão Inicial:
No V. 2 começa nos mostrando o estado que estava o planeta quando o Senhor começou com suas maravilhosas “mãos” o recriar. Somente um corpo celeste em meio a tantos os outos, não o maior, nem o mais importante., sem vida.
As palavras no grego para este versículo tem seu significado: “desolação” e vacuidade. Era um pedaço de argila disforme.
A situação do mundo era de esterelidade e caos.

A geologia procura traçar um quadro das condições que prevaleciam na terra no começo de sua história. Descreve como um lugar sem vida, uma bola de lavas, sacudida por gigantes erupções vulcânicas e explosões ensurdecedores explosões. Nenhuma luz chegava a sua superfície, porque se encontrava coberta de vapores. Nínguem daria nada por aquele lugar. Ali só havia trevas.

Veja bem: estammos falando da terra, mas bem poderiamos estar descrevendo a alma de muitas pessoas, muitas vidas estão assim:
  • Sem forma (desorientadas, confusas, desordenadas)
  • Vazia (sem alegria, realizações ou significado)
  • Em trevas (sem enxergar o amor de Deus e a solução para problemas passados, presentes e futuros)

Precisamos trazer a nossas vidas a LUZ DA ESPERANÇA, pedir ao Senhor que coloque em ordem tudo, para tirar-nos da confusão, dessa desordem, dessa esterilidade.

A atenção do Espírito: “O Espirito do Senhor pairava por sobre as águas”
O Espírito se movia sobre aquela massa sem foma e tumultuada, envolvendo-a com seu poder. Algo ali o atraiu. Nesse verso podemos perceber o amor, o interesse e a atenção do Criador com aquela terra. Sabia que poderia tirá-la daquela situação pois conhecia o seu potencial.
Deus amou a terra e o ama também. Ainda que esteja mergulhado na confusão, desordem, no vazio e nas trevas. Mesmo que ninguém, nem mesmo você, dê nada pela sua vida, e que até pense que não há mais saída, Deus o ama como você é! O Espírito Santo se move em você.
Deus quer criar uma nova vida nesse coração arrasado, uma existência cheia de beleza e diversidade.

O fato de nos sentirmos confusos e desonrientados, pode nos trazer ansiedade e angústia, gostamos de ver as coisas no lugar, certnhas sempre e quando não está assim nos desesperamos.
Mas toda essa desordem nas mãos de Deus, pode vir a ser uma grande oportunidade de mudança. As mudanças ocorrem com mais facilidade nessas horas, do que quando nos encontramos estruturados e muitas vezes até inflexíveis.
A desordem pode representar a falência de um estilo de vida que não agradava a Deus e muitas vezes nem a nós.

Estar confusos pode ser o indício de que já não sabemos fazer as coisas do nosso jeito. Vamos decidir em fazer à maneira de Deus.
No momento que não sabemos o que fazer, em que não há nem perspectiva ou saída, temos a possibilidade de nos tornar um barro flexivel e maleável nas mãos do oleiro.
Aí o caos estéril se transforma em uma porta para a fertilidade.
O despero do homem é a oportunidade de Deus” - Charles Spurgeon

A palavra que cria:
Como o Senhor pode trasnformar a confusão em harmonia, o deserto em jardim, as trevas em luz? Através do poder de sua Palavra, a palavra criadora de Deus.
“Haja Luz, e houve luz” foi através da palavra que um mundo arrasado se transformou em um Éden, num paraíso, num mundo com campinas, praias, florestas, peixes, mares, sons, cores, vento, ar.
E a palavra pode criar maravilhas variadas e imagináveis em nossas vidas também. Bastou uma palavra.
Deus tem uma palavra de curada para todo o coração confuso. Uma palavra que põe fim ao caos, que coloca tudo nos seus devidos lugares, que reorienta, redireciona, ilumina e liberta. Deus tem uma palavra para o coração de todos os homens.
Essa palavra é Jesus.

Jo 1:1-3 = “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o verbo era Deus. Ele estava no princípo com Deus. Todas as cousas foram feitas por intermédio Dele e, sem ele, nada do que foi feito se fez.”
O termo aqui traduzido como “verbo” é logos, que no grego significa “palavra” (não um vocábulo, mas uma linguagem que transmite uma ideia, uma mensagem).

Cristo é a palavra encarnada de Deus:
Jo 1:14 = “o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai.”

Através de Cristo, Deus fala de maneira mais pessoal, mais íntima, mais poderosa e mais clara.
Hb 1:1-2 = “Havendo Deus, outrora, falado, muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, nestes últimos dias , nos falou pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas, pelo qual tambpem fez o universo.”
Foi Jesus quem deu luz a Terra e Ele quer trazer luz à sua vida também. Quer colocar em ordem, firmar, preencher. Vai iluminar o seu passado, presente e futuro e colocá-los sob nova perspectiva.
Ele veio ao mundo como Palavra de Deus para livrar-nos de uma existência sombria e uma eternidade em trevas.

O texto diz também que Ele “fez separação entre a luz e as trevas”. Essa separação permanece até hoje. Basta o sol raiar ou uma lâmpada acender-se; quando a luz chega a escuridão tem que sair.
A melhor maneira de afastar as trevas é acender uma luz, e a de acabar com as trevas na sua vida é deixar Jesus entrar.

Deus criou o mundo e quer nos fazer o mesmo conosco. Tornar-nos novas criaturas, acabar com a confusão, trazer uma nova vida, trazer luz. Nossas vidas podem ser completamente restauradas, reconfiguradas, recriadas pelo poder de Deus.

E assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as cousas antigas já passaram; eis que tudo se fizeram novas.” II Co 5:17

Em breve post sobre a IRA aguardem...

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Inimigos da Oração!

Graça e Paz queridas! Quero deixar esta mensagem a todas as virtuosas mulheres que acompanham o nosso blog. É muito importante falarmos sobre oração neste dias... levantamos pela manhã já com mil coisas na cabeça... marido, filhos, almoço, trabalho, contas,... enfim, uma infinidade de coisas pode ocupar as nossas mentes e principalmente o nosso tempo... e em muitos de nosso dias, pouco paramos para agradecer ao Senhor por tudo isso que temos, pela vida, pelo alimentos, pela família, pelo simples fôlego de vida... não paramos para ter o nosso tempo de qualidade com o Senhor.
E essa mensagem nos mostra quais são os inimigos da oração!
O questão é que "não sabemos" ou "não entendemos" o quanto nossa oração é poderosa através do Nome de Jesus. Que possamos hoje tomar posse desta verdade e nos posicionar como intercessoras, em nome de Jesus!

Existem seis armas terríveis que o Diabo usa para paralisar a vida de oração dos crentes: 
1. Cansaço! 
Como é paralisante o cansaço que o impede de perseverar na oração! Mas é justamente na oração que você supera esse estranho cansaço, pois a Bíblia diz: “Faz forte ao cansado e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor. Os que esperam no Senhor renovam as suas forças, sobem com asas como águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam” (Is 40.29,31). Entregue-se à oração, e você encontrará o descanso verdadeiro.
 2. Distração! 
Você não consegue se concentrar? Outros pensamentos vêm à sua mente quando você quer orar? Durante a oração, de repente você percebe que seus pensamentos estão bem longe? Essas são armas do inimigo que você derrota orando em voz alta. Davi diz no Salmo 55.16-17: “Eu, porém, invocarei a Deus, e o Senhor me salvará. À tarde, pela manhã e ao meio-dia, farei as minhas queixas e lamentarei; e ele ouvirá a minha voz”. Ore com voz forte e audível, e as distrações não terão poder sobre você! 
3. Inquietação interior 
Uma inquietação inexplicável tomou conta de você? Justamente dessa inquietação é que você pode se livrar quando ora. Seja qual for a causa – pecado, nervosismo ou incredulidade – a Bíblia diz: “Confia os teus cuidados ao Senhor, e ele te susterá; jamais permitirá que o justo seja abalado” (Sl 55.22). E mais: “Por que estás abatida, ó minha alma? Por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, a ele, meu auxílio e Deus meu” (Sl 42.11). Somente na oração você receberá ajuda para se libertar da inquietação de seu coração. 
4. Pressa 
A arma que Satanás provavelmente usa com mais sucesso contra os que querem orar é a pressa. O que diz a Escritura em Eclesiastes 8.3a? “Não te apresses em deixar a presença dele.” Não devemos ter pressa em deixar a presença do Senhor. Qual é a causa de sua pressa? A montanha de trabalho que espera por você! Seu trabalho parece não ter fim? Mas é justamente na oração que você recebe as condições para fazer seu trabalho bem feito e com rapidez. Quanto mais tempo você ora, mais trabalha. Sei muito bem que isso contraria nossa lógica, mas milhares de experiências confirmam essa receita, e a Bíblia diz em Isaías 55.2-3a: “Por que gastais o dinheiro naquilo que não é pão, e o vosso suor, naquilo que não satisfaz? Ouvi-me atentamente, comei o que é bom e vos deleitareis com finos manjares. Inclinai os ouvidos e vinde a mim; ouvi, e a vossa alma viverá.” Através da oração constante, suas tarefas diárias serão supridas pelas fontes divinas de força. Admirado, você reconhecerá que o tempo que passou em oração fervorosa foi a melhor maneira de usar seu tempo, e a terrível arma da pressa terá perdido seu poder destrutivo sobre você.
 5. Desânimo 
O desânimo é uma arma que neutraliza muitas pessoas que oram. Desânimo é começar e parar. Desanimar é não olhar para longe o suficiente. A Bíblia diz: “Olhando firmemente para Jesus”. Esse olhar para cima, para Jesus, é desviar o olhar das coisas visíveis ao nosso redor e voltá-lo para Jesus – voltar-se para Ele orando! Você está desanimado por causa de sua fraqueza espiritual, desanimado por seus fracassos, desanimado pela dureza de coração das pessoas, desanimado pelas tristes circunstâncias em que vive? Paulo exclama em 2 Coríntios 4.8 que em tudo ficamos “perplexos, porém não desanimados”. Por quê? Porque ele era um homem de oração. Isaías conclama: “Fortalecei as mãos frouxas e firmai os joelhos vacilantes. Dizei aos desalentados de coração: Sede fortes, não temais. Eis o vosso Deus. A vingança vem, a retribuição de Deus; ele vem e vos salvará” (Is 35.3-4). Existe apenas um meio de nos livrarmos do desânimo e do desalento em nosso coração: através da oração. Enquanto escrevo estas linhas, parece que poderes das trevas tentam me impedir de dizer as coisas como elas são. Sei que Satanás faz todo o possível para deixar você tão desanimado a ponto de não conseguir crer que a oração de fato lhe abre as fontes divinas. Mas em Nome de Jesus esses poderes estão derrotados! Suplico a você que está desanimado: Ore! Faça hoje um novo começo! Diga em voz alta: “Eu escolho a vontade de Deus e, em Nome de Jesus, rejeito a vontade de Satanás”. A vontade de Deus é que você ore. A vontade de Satanás é que você se cale. 
6. Preguiça 
A preguiça é uma arma traiçoeira que Satanás usa contra aqueles que desejam se tornar pessoas de oração. É a arma da carne, a sensação de impotência. Você se ajoelha, quer orar, mas não consegue dizer uma única palavra. Tudo parece muito difícil. A carne não consegue orar. Como você consegue se livrar dessa incapacidade e dessa preguiça? A resposta é: ore com a Bíblia! Leia em voz alta as promessas que falam da oração. Jesus disse: “Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e achareis, batei, e abrir-se-vos-á” (Mt 7.7). Diga simplesmente a Deus: “Senhor, não consigo pedir, mas Tu dizes na Tua palavra que eu devo pedir, pedir com perseverança”. Exponha a Ele toda a sua miséria. Não fique calado! E enquanto você fala com Ele e lê Sua Palavra, de repente perceberá a faísca da oração acendendo seu coração, fazendo desaparecer sua preguiça e sua indolência, e suas orações alcançando o trono da graça.

Fonte: Um devocional por Wim Malgo - enviado por Pr. José Maria Gontijo
             extraído de http://www.udf.org.br

segunda-feira, 30 de julho de 2012

A soberania de Deus em nosso chamado!

Graça e Paz, quero compartilhar uma palavra que ministrou muito ao meu coração, recebi ela de minha amada Bispa Deja Soares e o Senhor continuou falando comigo e me conduziu a transmiti-la a nossa igreja! E hoje quero trazer a todas vocês, mulheres virtuosas em tempos tão difíceis como hoje! Creia você é capaz!!!
Vamos refletir no texto: Jeremias 1:1-10
"Palavras de Jeremias, filho de Hilquias, um dos sacerdotes que estavam em Anatote, na terra de Benjamim;
Ao qual veio a palavra do SENHOR, nos dias de Josias, filho de Amom, rei de Judá, no décimo terceiro ano do seu reinado.E lhe veio também nos dias de Jeoiaquim, filho de Josias, rei de Judá, até ao fim do ano undécimo de Zedequias, filho de Josias, rei de Judá, até que Jerusalém foi levada em cativeiro no quinto mês.Assim veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo:Antes que te formasse no ventre te conheci, e antes que saísses da madre, te santifiquei; às nações te dei por profeta.Então disse eu: Ah, Senhor DEUS! Eis que não sei falar; porque ainda sou um menino.Mas o SENHOR me disse: Não digas: Eu sou um menino; porque a todos a quem eu te enviar, irás; e tudo quanto te mandar, falarás.Não temas diante deles; porque estou contigo para te livrar, diz o SENHOR.E estendeu o SENHOR a sua mão, e tocou-me na boca; e disse-me o SENHOR: Eis que ponho as minhas palavras na tua boca;Olha, ponho-te neste dia sobre as nações, e sobre os reinos, para arrancares, e para derrubares, e para destruíres, e para arruinares; e também para edificares e para plantares."
Tu sabes o meu assentar e o meu levantar; de longe entendes o meu pensamento.
Cercas o meu andar, e o meu deitar; e conheces todos os meus caminhos.
Não havendo ainda palavra alguma na minha língua, eis que logo, ó SENHOR, tudo conheces.
Tu me cercaste por detrás e por diante, e puseste sobre mim a tua mão."



Não que sejamos capazes, por nós, de pensar alguma coisa, como de nós mesmos; mas a nossa capacidade vem de Deus,o qual também nos capacitou para sermos ministros dum novo pacto, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata, mas o espírito vivifica.
Se nessa hoje este é o seu caso, corra para o Senhor, ele te ama, e te chama, ele tem um propósito para a sua vida. Não fique de expectador, mas seja o protagonista das bençãos que Deus tem para você e sua família.


  • O que Senhor fez em relação a vida de Jeremias nos mostra que:
A Soberania de Deus é constituída sobre 4 aspectos:
  • Forma
    Conhece
    Santifica
    Dá as nações
1- O Senhor te formou: - Suprema fonte de vida – Salmos 139: 13-16
  • O que podemos esconder de Deus?
  • O que podemos dizer que ee ainda não saiba a verdadeira intenção?
  • Porque tentamos limitar a Deus? Ao seu agir em nós?
  • Na transformação que Ele tem para as nossas vidas?
Dizemos:
- Deus eu não vou fazer porque eu não consigo... isso me impede... é mais forte do que eu?
O que é mais forte que o Senhor?
O Deus que nos chama nos formou, nos planejou para um propósito magnífico.
Nós é que limitamos o seu agir, nós é que impedimos o seu realizar...
Para que propósito fostes formado????

2- O Senhor te conhece: (V.6)
Jeremias tinha em torno de 21 a 24 anos e ele colocou isso como um IMPECILHO. Como uma dificuldade para fazer o que o sei criador o formou.

O Senhor nos conhece intimamente -
II Timóteo 2:19a - “Entretanto, o firme fundamento de Deus permanece, tendo este selo: O Senhor conhece os que lhes pertence.

Salmos 139:1-5 - "SENHOR, tu me sondaste, e me conheces."

O que temos tentado esconcer de Deus?
  • nossas motivações
  • nossos medos
  • nossos pecados
Deus nos chamou para realizarmos algo e o que nos PARALISA?
  • os olhares alheios;
  • a vergonha de mostrar o que realmente eu sou;
  • a insistência em manter os meus pecados;
  • o meu ORGULHO em admitir que não vou em meu próprio nome, mas sim com a capacitação do Senhor
    O Senhor te conhece:
    Talvez você olhe para si e diga: - Não passo de “UMA CRIANÇA”...
    Você sabe que não é mais uma criança, mas esta posição te dá direito de ficar aguardando, em um lugar CÔMODO.
    O SENHOR NÃO TE VÊ UMA CRIANÇA, ELE TE VÊ UM PROFETA.
3- O Senhor te santifica (V.9)

Deus é aquele que nos chama e aquele que nos capacita.

IICo 3:4-6 “E é por Cristo que temos tal confiança em Deus;

Então porque não fazemos?
Se Deus está garantindo que Ele é quem capacita aquele que Ele chama?

Você tem recebido o chamado de Deus para a Sua Vida:
Orar, servir, pregar, cantar, visitar, amar, interceder, cuidar, doar, evangelizar.
“Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda a criatura...”

VOCÊ QUE AINDA NÂO TOMOU UMA DECISÃO
O Senhor já nos colocou a disposição a Salvação, nós é que precisamos correr até ela, nós é que precisamos ardentemente do Senhor em nossas vidas.

No V.9
O Senhor tocou a boca e colocou as palavras corretas a serem ditas por Jeremias.
O Senhor quer TOCAR os teus lábios e TRANSFORMAR a história de tua vida, família, ministério. Mas depende do seu SIM nessa noite.
NÃO TARDE O AGIR DE DEUS EM SUA VIDA, EM SUA CASA.
O Senhor é quem nos santifica: NOS SEPARA DO MUNDO E PARA ELE.

Ser santo não é só deixar o pecado é não nos apegarmos e ele.
Viver no mundo e não sermos atraídos por ele.
O que tem te atraído no mundo? Hoje é dia de você ser SEPARADO.
VOCÊ SABE O QUE O SENHOR QUER DE VOCÊ HOJE???

4- O Senhor te constiti hoje: (V.10)
Fomos FORMADOS, CONHECIDOS, CAPACITADOS...
Mas não nos posicionamos para o Hoje de Deus!
OLHAMOS MUITO PARA TRÁS - o que eu fiz, o que eu não fiz, etc.
OLHAMOS MUITO PARA FRENTE - o que eu vou fazer, o que eu posso e planejo.
MAS E HOJE????? O QUE EU FAÇO HOJE?

Há uma urgência em atendermos o chamado do Senhor, o ontem já passou, o amanhã é expectativa.
Não adianta ficarmos apegados ao ontem, não despresamos o passado, pelo contrário! Mas passou....
O amanhã é incerto, quem te garante que amanhã nós iremos abrir os nossos olhos?

É HOJE!!!! O QUE VOCÊ TEM NAS MÃOS - A TRANSFORMAÇÃO - A MUDANÇA
O SENHOR TE CHAMA AS NAÇÕES HOJE.
Sua mensagem pode ser de juízo ou de esperança, mas deve ser inicializada hoje.

O MEU HOJE VIVIDO DE FORMA CORRETA, VAI SARAR O MEU PASSADO E PREPARAR O MEU FUTURO.”

V.17-19
CINGE OS LOMBOS” = PREPARA-TE
Busque a Deus, jejue, ore, estude a palavra, tenha comunhão, venha na igreja
A missão é urgente - “amendoeira” é a primeira arvore que florece.
DISPOE-TE” = Precisamos estar dispostos a NÃO mais fazer a NOSSA VONTADE os nossos SONHOS, PLANOS, QUEBRA DO EU.
NÃO TENHA MEDO” = Medo é CONTRÁRIO A CONFIANÇA. Dizemos que não confiamos em quem nos mandou, nos chamou.
Confie no seu Deus. Ele é poderoso.

Olha o que Ele vai fazer contigo: V.18
"Porque, eis que hoje te ponho por cidade forte, e por coluna de ferro, e por muros de bronze, contra toda a terra, contra os reis de Judá, contra os seus príncipes, contra os seus sacerdotes, e contra o povo da terra."